fbpx
10 Praias escondidas em São Paulo

10 Praias escondidas em São Paulo

Sol, temperaturas altas, muita gente na rua, happy hour todo fim de tarde… agora é oficial, o verão realmente começou! Com isso, certamente você também já está pensando em quando vai descer para a praia e aproveitar a nova estação. Mas, às vezes, não parece que todo mundo tem a mesma ideia e que o espaço nas areias não é suficiente?

Com 700 km de litoral, porém, São Paulo vai muito além das praias lotadas, com filas para tudo e muitos vendedores ambulantes oferecendo o que você precisa e não precisa. Se o objetivo é realmente relaxar e se conectar com a natureza, listamos neste artigo 10 praias escondidas em São Paulo para curtir na sombra e na água fresca. Confira!

10 praias escondidas em São Paulo para este verão

Trilha no meio da Mata Atlântica para chegar, paisagens incríveis e quase nenhum comércio por perto: pode acreditar, existem praias desertas no litoral de São Paulo. Conheça alguns locais imperdíveis para ficar perto da natureza e aproveitar um dia junto ao mar:

1. Praia Brava, em São Sebastião

Praia Brava

Protegida pelo Parque Estadual da Serra do Mar, a Praia Brava é a típica praia escondida: para chegar lá, apenas de barco ou fazendo uma trilha que dura cerca de 40 minutos – 12 km de subidas íngremes. Mas, se você gosta de águas cristalinas e é praticante de surf, não pode perder as ondas fortes da Praia Brava, nem deixar de apreciar a bela paisagem que une o litoral à Mata Atlântica.

Aproveite a visita para tomar um banho de cachoeira, existe uma no canto direito da praia, com queda de mais de 2 metros de altura.

Distância de São Paulo: 135 km

2. Calhetas, em São Sebastião

Calhetas

Mais uma praia pouco conhecida e visitada em São Sebastião, Calhetas fica em um condomínio fechado, entre as praias Toque Toque Grande e Toque Toque Pequeno. Apesar de o acesso com carros não ser permitido, Calhetas é aberta a qualquer um que queira visitá-la e aproveitar um dia de praia. No caminho, um pequeno desvio leva a uma cachoeira que, apesar de não ter um grande volume de água, tem uma queda de quase 40 metro e forma um poço perfeito para um banho para refrescar e tirar o sal do corpo ao fim do dia.

Distância de São Paulo: 178 km

3. Praia do Camburizinho, entre Guarujá e Bertioga

Escondida entre Bertioga e Guarujá, a Praia de Camburizinho é muito menos movimentada que sua xará em São Sebastião.

Uma das mais belas praias do litoral de São Paulo, a Praia do Camburizinho tem acesso pela mesma trilha que leva à Prainha Branca e à Praia Preta. Ou seja, programando um dia de caminhadas, dá para conhecer esses três paraísos naturais.

Até Camburizinho são 40 minutos de trilha e a praia é realmente deserta. Lá existe apenas um camping, portanto não espere por estrutura de restaurantes e pousadas, nem por vendedores ambulantes. A ideia é realmente aproveitar ao máximo o ambiente natural!

Distância de São Paulo: 157 km

4. Praia do Sangava, entre Santos e Guarujá

Sangava

Uma das praias escondidas que fica mais perto de São Paulo, Sangava está entre pedras e vegetação da Mata Atlântica. O acesso é por barco ou por caminhada, com duração aproximada de 1h30min. Após esse longo percurso, entretanto, chega-se a uma piscina natural com águas cristalinas, ideal para mergulho livre ou para pesca submarina. O cenário é incrível e proporciona um bom dia de descanso junto ao mar!

Distância de São Paulo: 103 km

5. Praia do Cedro, em Ubatuba

Praia do Cedro

Uma das praias em Ubatuba mais desertas e preservadas, a Praia do Cedro mantém sua natureza praticamente intocada. É um excelente local para ver de perto a diversidade da fauna marinha, pois mergulhando (até mesmo de snorkel) é possível enxergar peixes ornamentais, anêmonas e estrelas do mar. O local também é famoso pela presença de baleias e tartarugas marinhas. Quem sabe você tem a chance de observar algum desses animais em sua visita?

Distância de São Paulo: 214 km

6. Bonete, em Ilhabela

Praia do Bonete – Ilhabela

Considerada a mais bela praia de Ilhabela, Bonete não é uma praia deserta por acaso: se não quiser ir de barco, a trilha de acesso dura até 4 horas. Não pense, porém, que esse será um tempo perdido, pois no caminho irá encontrar cachoeiras e muita vegetação preservada. Um bom passeio para passar o dia em um dos lugares mais bonitos do Brasil – e também bastante isolado da movimentação do nosso litoral.

Distância de São Paulo: 208 km

7. Praia da Lage, na Ilha do Cardoso

Praia da Laje -Ilha do Cardoso – SP

O litoral sul de São Paulo também tem praias desertas. E que praias! A Ilha do Cardoso, parque estadual 90% coberto pela Mata Atlântica, reúne as mais bonitas delas, inclusive a Praia da Lage. Pouco frequentada, ela é acessível por trilhas que duram cerca de 8 horas (ida e volta), mas que apresentam um conjunto de piscinas naturais impressionante! Para fazer o passeio, recomenda-se contratar um guia local, que garantirá segurança ao trajeto e poderá dar informações sobre toda a fauna e a flora da região.

Distância de São Paulo: 270 km

8. Praia do Caramborê, em Peruíbe

Praia do Caramborê

Pedida perfeita para os fãs de ecoturismo, a Praia do Cara

Praia do Caramborê

mborê fica em uma região de restinga na Estação Ecológica Juréia-Itatins. No local, existem trilhas, cachoeiras, piscinas naturais e dois rios, que formam uma paisagem natural bastante única e diferente das outras praias da região. A trilha para chegar até lá é simples, apenas 10 minutos de caminhada partindo da Estrada Peruíbe-Una.

Distância de São Paulo: 137 km

9. Praia do Cabelo Gordo, em São Sebastião

Praia do Cabelo Gordo

Esta é uma praia para apreciar apenas com o olhar, de tão preservada que está. Parte da área ambiental exclusiva para estudos do Centro de Biologia Marinha da USP, a Praia do Cabelo Gordo pode ser visitada apenas durante a maré baixa, fazendo o caminho pelas pedras a partir da Praia das Pitangueiras.

Apesar de não ser permitido tomar banho de mar, pescar ou mergulhar, a visita é inspiradora e rende fotos únicas! É possível fazer, também, o passeio guiado oferecido pela USP. Com duração de 2 horas, ele inclui explicações e até contato com as espécies estudadas.

Distância de São Paulo: 205 km

10. Praia da Caveira, em Ilhabela

Praia da Caveira

O nome da Praia da Caveira tem origem em uma triste história, o naufrágio de um navio em 1916. A paisagem, entretanto, em nada lembra esse passado, com areias brancas, águas cristalinas e muita vegetação preservada. Pela quantidade de pedras submersas na praia, há grande presença de peixes e animais marinhos, o que favorece o mergulho e a pesca submarina. O melhor jeito de chegar até lá é por barco, trajeto de 45 minutos a partir da Praia do Perequê.

Distância de São Paulo: 202 km

Fonte: pegcar